Deep Purple: produtor proibiu Steve Morse de tocar do próprio jeito
10/08/2017 - 23h24 em Música

Steve Morse revelou que o produtor do DEEP PURPLE, Bob Ezrin, o impediu de tocar com seu "estilo normal" nas gravações de seus solos, dizendo a Billboard : "Bob é um cara duro. Ele quer que a música tenha o som certo, que o som encaixe no conceito da música. Então se eu começar a tocar no meu estilo normal, ele começa 'Não, não Morse, isso parece ser o seu álbum solo. Me dê algo mais melódico ou algo mais simples'."

"Ele me desafia a fazer algo além do que eu faria normalmente, é como um sargento militar. Ele é duro comigo, severo, mas é muito inteligente. Ele tem uma mente brilhante, parece um computador. Se lembra de qualquer coisa e ele realmente tem um instinto musical muito bom. Então por isso eu aguento ele (risos)"

 

Steve também foi questionado sobre seu "amadurecimento musical" na banda desde o Purpendicular de 1996, seu primeiro álbum com o Purple. Ele diz: "Eu realmente não sei se foi amadurecimento ou foi evolução. Eu acho que as letras evoluíram e minha guitarra se tornou mais sensível, a maneira de tocar. E nós temos um incrível produtor que é o Bob Ezrin, que não tinhamos desde 2005. Era apenas a banda e Roger Glover rsrs. No entanto, Purpendicular foi meu primeiro disco com eles e não havia nada pré concebido ou noções sobre nada específico. Foi ótimo porque era tão natural. Esse disco e o último são meus preferidos. Mas são extremos, o primeiro não tinha expectativas e Infinite (2017) tem a melhor produção de todas."

 

Por Carol Manzatti, Fonte: UltimateGuitar.com

COMENTÁRIOS